É DURO SER POLICIAL NESTE PAÍS.

seus atos irão lhe exigir que tivesse atuado como se em estado de normalidade estivesse...

Por FABIO COSTA PEREIRA 06/07/2021 - 19:03 hs

Um segundo.

Pegue, neste instante, um pedaço de papel e escreva: UM SEGUNDO.

Com certeza o tempo que você levará para escrever UM SEGUNDO é muito maior do que UM SEGUNDO na vida real.

Pegue este mesmo pedaço de papel, após gastar uns cinco segundos para escrever um segundo e escreva todas as coisas que uma pessoa pode fazer em um segundo.

O texto em si não precisa ser longo, podendo ter o tamanho e a forma de uma redação de vestibular.

Tenho certeza que um escritor, não mais do que mediano, gastará uns dez minutos para descrever este segundo.

Eu mesmo, neste instante, escrevendo sobre UM SEGUNDO, muito possivelmente pela inépcia literária que me persegue, já utilizei uns cinco minutos para falar desta pequena fração temporal.

UM SEGUNDO, no day by day dos réles mortais é pouco mais do que nada.

No entanto, este segundo, tão desprezado e subestimado por todos nós, é a quantidade de tempo que um policial, no mais das vezes, no cumprimento de sua missão, tem para decidir entre neutralizar ou não a ameaça que está diante dele…entre a vida ou a morte de um criminoso…e se ele representa ou não perigo para alguém.

Pela decisão tomada neste segundo ele será severamente julgado. Se agiu porque agiu e, se não agiu, porque não agiu.

Os que julgarão a decisão tomada em um segundo, no conforto de seus gabinetes, vão utilizar horas para, com lupas, analisar os erros e acertos havidos na ação.

Não raras vezes, fora do contexto em que os fatos aconteceram, da fração temporal em que a decisão foi tomada e da adrenalina do momento, os que jugarão (em sentido geral) os seus atos irão lhe exigir que tivesse atuado como se em estado de normalidade estivesse.

A ausência de empatia com o agir dos policiais, nestes casos, é uma constante.

É duro ser policial neste país.

E que Deus tenha piedade de nós!


  FÁBIO COSTA PEREIRA para o Tribuna Diária

----------------------------------------------------

 

Se você gosta do nosso trabalho, por favor, contribua conosco, fazendo um Pix no valor que desejar, pelo QR CODE acima, ou identificando  nosso e-mail : contatotribunadiaria@gmail.com

Ou por nossa plataforma:

https://apoia.se/tribunadiar