POLIORCÉTICA

A lição da muralha de Ávila para uma nova guerra

Por Lorena (Duquesa Bessières D´Ístria) 19/11/2021 - 19:29 hs

Uma das mais lindas ciências auxiliares de guerra, a poliorcética provavelmente é uma das mais desconhecidas artes militares, em relação ao público civil. Graças a essa imensa área do conhecimento, temos infinitos estudos práticos sobre cercos e ataques às praças (castelos, fortes, cidades etc), assim como a defesa dessas fortificações – a antipoliorcética.

Um dos gigantes ibéricos, a Muralha de Ávila tem um dos melhores estados de conservação, dentre todas as construções militares europeias – fato que permite conhecer a fundo a arquitetura militar defensiva romana e observar a importância dessa arte para a formação da cultura ocidental.


Ávila – Espanha - Urbanidades - Urbanismo, Planejamento Urbano e Planos  Diretores


Ao todo, o monumento tem mais de oitenta torres, nove portas, dois mil e quinhentos postos de defesa (aproximadamente um posto a cada metro), mais de três metros de espessura e doze metros de altura. Toda essa magnitude, distribuída em uma forma retangular, aproveitando os acidentes do terreno.

Durante a noite, o clima de montanha e as luzes sobre o granito escuro geram uma atmosfera mística surpreendente. Não espanta que santos e doutores da Igreja tenham frequentado esse lugar, até hoje um importante ponto de peregrinação cristã.


Viajando de Novo: ÁVILA - ESPANHA - Essa incrível cidade não pode ficar  fora do seu roteiro, anote todas as dicas da viagem


Diante desses dados, pensemos com calma sobre a importância social da muralha. Os autores marxistas, apaixonados por polarizações, dizem que ela separava o campo e a cidade, ricos e pobres, opunha o desconforto da pradaria ao luxo citadino.

Essa, entretanto, não é a única visão possível – embora o dualismo seja amplamente divulgado e empurrado em nossas crianças, desde a mais tenra idade.

Omitem esses autores, que a construção tinha várias pequenas passagens, que conectavam os palácios seculares da região, assim como o arcebispado. Ou seja, antes de ser útil na guerra, a muralha era extremamente importante em tempos de paz, pois garantia a conexão segura entre lugares razoavelmente afastados. Uma ligação discreta e demasiadamente efetiva, capaz de permitir acordos entre líderes locais, diplomacia e a efetiva coesão social, ao manter a cidade permeável apenas para os vários grupos amigos.


Walls, palaces and sweets in medieval Avila, Spain


A Muralha de Ávila nos deixa várias lições sobre a vida em sociedade: a proteção mútua, a confiança, a coesão. Atenção sempre: qualquer rompimento desses valores, conduz ao fracasso social.