AGENDA 2030

O globalismo e o stf!..

Por SILVIO MUNHOZ 13/01/2022 - 15:34 hs

“’A Agenda 2030 foi criada para submeter os países membros aos padrões adequados à implantação de um futuro governo mundial’. Os 17 ODS (objetivos) indicados no plano alcançam praticamente todas as condutas humanas. “Como estão sendo exigidos como contrapartida para a oferta de crédito internacional, os ODS serão enfiados goela abaixo dos países que paulatinamente vão restringir o direito individual e destruir a autonomia das suas empresas e as suas soberanias nacionais.” Alexandre Costa entrevista publicada no Portal Brasil Livre em 2020.[1]

Semana passada mencionei que a ‘suprema corte”, nos últimos anos, tem defendido ardorosamente a implantação da agenda 2030. Tema constante do discurso de posse do atual presidente e de discursos e manifestações públicas posteriores.

Sem considerar o fato de o Governo Federal haver vetado a busca da implementação dos objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS), quando sancionado o plano plurianual da União para 2020/2023. O plano seria inconstitucional, pois ao ser incluído na lei o plano da ONU que possui caráter de recomendação passaria a possuir cogência legal.[2]

Já a “corte suprema”, olvidando-se de ser sua função primária a guarda da constituição (art. 102 da CF) e a despeito de ser atribuição exclusiva do Executivo federal estabelecer tratados (art. 89, inciso VII, da CF), sob a supervisão do Congresso Nacional (art. 49, inciso I, da CF), segue interferindo na atribuição dos outros dois poderes, firme e forte na busca da implementação da dita agenda, não importando que muitas de suas metas e objetivos vão de encontro ao estabelecido na lei maior.

Analiso alguns, para mostrar seu descompasso com nossa atual carta magna e a vontade do povo brasileiro - examinar todos é impossível. no presente trabalho, pois os 17 objetivos para o desenvolvimento sustentável são subdivididos em 169 metas.

Primeiro, como dito na epígrafe e o autor é um dos maiores estudiosos acerca de globalismo no Brasil, a agenda 2030 é um instrumento que está preparando o mundo para a governança global, ou como queiram chamar, porém, ofende diretamente a base da estrutura do País, porquanto abre mão de sua soberania. Como igualmente a ideia contida na ODS (objetivo de desenvolvimento sustentável) 10.7, que recomenda a facilitação da migração e da mobilidade ordenada. Tais práticas implementadas na União Europeia e, notadamente, na França, tomada por outros povos, e que pouco ou nenhum respeito nutrem pelos costumes locais, são causadoras de muito mais problemas que soluções para qualquer coisa.. (procurem em qualquer buscador o que tem ocorrido, além mar, em decorrência da facilitação migratória).

Na verdade, é possível constatar que subjacentes, ocultas por palavras bonitas – vamos acabar com a fome no mundo, fazer um meio ambiente sustentável etc.. – estão contidas muitas pautas conhecidas de todos nós, pois são exatamente iguais às pautas comuno/socialistas[3] que buscam hegemonia cultural e revolução passiva’, seguindo os ensinamentos de Gramsci, a teoria crítica da Escola de Frankfurt, do politicamente correto etc.

Vejam, por exemplo, no objetivo 2, que seria terminar com a fome no mundo, a ideia fulcral seria o apoio e incentivo aos: “pequenos produtores de alimentos, particularmente das mulheres, povos indígenas, agricultores familiares, pastores e pescadores, inclusive por meio de acesso seguro e igual à terra”. Sabemos que as palavras simpáticas contida na proposta nada mais são que a imposição de reforma agrária, coordenada, no caso, de cima para baixo (ONU para o Brasil), com desrespeito à propriedade privada, reconhecida na Constituição pátria como direito de todo cidadão. Mas a pergunta inquietante é como pretendem “acabar com a fome no mundo” com agricultura baseada nestas premissas, pois sabidamente tais atores, no mais das vezes, não conseguem produzir nem o suficiente para saciar a fome do próprio núcleo familiar e dependem, quase sempre, de subsídios e auxílios governamentais.

Não à toa, no nefasto vídeo com as 08 previsões do Fórum Econômico Mundial para 2030, www.youtube.com/watch?v=WvfQPbEQffo, a primeira profecia é: “você não será dono de nada, mas será feliz[4]”. Tal previsão é a essência básica da doutrina comunista, ninguém é dono de nada – nem da própria vida, mais de 100 milhões de mortos em tempos de paz, só por discordar do regime nos países que o implantaram -, tudo pertence ao Estado, você depende do estado para tudo, você é escravo do Estado e só faz, fala, come ou pensa o que é autorizado pelo Estado. No caso um estado comandado por tecnocratas internacionais não eleitos por ninguém. Pobre humanidade.

O autor da citação inicial acha que pode haver uma reação aos planos globalistas, dos quais a agenda em questão seria um instrumento. A reação viria em decorrência da opressão do politicamente correto e das pautas identitárias e pode adquirir força e coesão a partir do crescimento da internet, como uma combustão espontânea da população em reação aos constantes ataques aqueles valores mais entranhados no ser humano[5].

Poderiam perguntar? Estas pautas estão contempladas? Sim, estão disfarçadas como falei em belos pacotes feitos com palavras. Consta no objetivo 5: “Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas”. Percebem, aí contidas a ideologia de gênero e a referência às meninas é a tentativa de “sexualização precoce”, cujas tentativas já são frequentes hoje, no meio cultural – queer museum, apresentação em que crianças tocam em artistas nus etc..

Vários objetivos escondem a ideia do “ambientalismo radical” que vai gerar o reich verde ou uma tirania verde, como mencionei na última crônica[6], mas, a intenção ficou indisfarçável no objetivo 13: “adotar medidas urgentes para combater a mudança de clima e seus impactos.” Mudanças climáticas são cíclicas e ocorrem desde que o Mundo é Mundo...

Já no objetivo 3 -l trata da saúde - está escrito que vão interferir no que você come, bebe ou ingere, sem contar a previsão de incentivo a um “esquema vacinal global”, ideia que o pessoal da esquerda está brigando com unhas e dentes e, inclusive, calando quem busca ou ousa externar qualquer argumento contrário. Mesmo quando o próprio criador do “sistema rMNA”[7] levanta a voz para apontar os seus problemas, ou CEO da uma grande fabricante afirma ser limitada a eficácia das injeções experimentais[8].  Ergamos as mãos aos céus em agradecimento, pois só estão calando as vozes, por enquanto, espero que nunca se chegue ao patamar de “gulags” e “paredón”!..

Meu amigos, o que falei até agora é uma pequena parcela, para falar de tudo seria necessário muito mais que uma crônica, mas, vou encerrar com a “cereja do bolo”.

No objetivo da saúde, está contido o seguinte: “Até 2030, assegurar o acesso universal aos serviços de saúde sexual e reprodutiva [...], bem como a integração da saúde reprodutiva em estratégias e programas nacionais”. Essa expressão “saúde sexual e reprodutiva”, sabidamente, é o atual eufemismo utilizado pela esquerda para dizer de uma forma mais simpática “aborto”. Vejam não só desejam incentivar a prática do assassinato de inocentes no útero da mãe, como pretendem seja isso feito via ‘estratégias ou programas nacionais’, ou seja, realizados pelo Estado. Resumo da ópera, vão incentivar essa prática assassina e quem pagará a conta – enquanto não implantada a governança global – serão os pagadores de impostos.

Fico a matutar, quais os porquês de nossa “corte suprema” fazer tanto esforço para implementação da agenda 2030, que ofende nossa soberania, prega crimes previstos em nossa legislação, sustenta pautas nefastas que só estimulam o ódio entre cidadãos etc... Bem, caso alguém saiba me diga, por favor, sou muito curioso!..

         “Ilusão semântica impede o observador ingênuo – e incluo nisso boa parte da classe acadêmica especializada – de enxergar a revolução onde ela acontece sob a camuflagem de transmutações lentas e aparentemente pacíficas, como, por exemplo, a implantação do governo mundial que hoje se desenrola ante os olhos cegos das massas atônitas. [...] uma revolução está presente sempre que esteja em ascensão ou em curso de implantação um projeto de transformação profunda da sociedade, senão da humanidade inteira, por meio de concentração de poder.” Olavo de Carvalho. A revolução Globalista, publicado no Digesto econômico em 2009.[9]

Que Deus tenha piedade de nós!..

 

Cronista da Tribuna Diária, presidente do MP pró-sociedade e membro do MCI (Movimento contra a impunidade). As ideias contidas no artigo revelam, única e exclusivamente, o pensamento do autor.

 

Pode ser uma imagem de 4 pessoas, livro e texto que diz "ADRIANO ALVES-MARREFROS LARREFROS 2020 D.C. ESQUERDISTAS CULPOSOSEOU OUTRAS ASSOMBRAÇÕES LANÇAMENTO DOSLIVROS DOS LIVROS AUTORES SILVIO MUNHOZ ADRIANO ALVES- MARREIROS SILVIO MUNHOZ BRASIL 2020: OMAL SE TORNOU CRÃNICO Data: 13/01/2022 Local: Entrevinhos Wine Bar Av Cel. Marcos 1956, Ipanema Horário: partir das 17:30"

[1] https://portalbrasillivre.com/globalismo-agenda-2030-da-onu/

[2] https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2019/12/31/interna_politica,817460/bolsonaro-veta-metas-da-onu-em-projeto.shtml

[3] https://www.estibordo.org/post/125439

[4]https://rothbardbrasil.com/sem-privacidade-sem-propriedade-o-mundo-em-2030-de-acordo-com-o-forum-economico-mundial/

[5] As várias faces da Nova Ordem Mundial. Campinas/SP: Vide Editorial, 2021, págs. 24/25.

[6] https://www.facebook.com/100000106594840/posts/5250044381675730/?d=n

[7] https://thoth3126.com.br/twitter-suspende-conta-do-inventor-da-vacina-mrna-covid-dr-robert-malone/

[8] https://www.jornalasemanapp.com.br/noticia/32221/pfizer-exclui-video-de-fala-de-ceo-sobre-eficacia-limitada-de-vacina

[9] O mínimo que você precisaa saber para não ser um idiota. Ed. Record, RHJ: 26ª, págs. 160/161.