O CERCO BÁRBARO DAS "INSTITUIÇÕES"

o estrago devastador que um profissional com esse tipo de pensamento pode causar na mente de um adolescente

Por Eduardo Vieira 31/01/2021 - 20:47 hs

As forças destruidoras da barbárie regressista já afetaram de tal forma as nossas instituições que estas merecem aspas e estou sendo magnânimo. Tenho dito que é necessário parar de respeitar entidades automaticamente apenas pela pueril noção de importância envernizada. Isso vale para as grandes instituições do Estado mas vale com ênfase ainda maior para aquelas da sociedade civil.

Ainda semana passada a Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro (SBPRJ) comemorou efusivamente a aprovação por unanimidade de cotas para ingresso em seu instituto de formação psicanalítica. A divulgação foi realizada na conta do instagram da entidade, pela diretora de divulgação Viviane Frankenthal.

De acordo com ela, a sociedade está de "portas abertas para negras, negros, indígenas e refugiados". A pessoa sequer consegue manter a coerência na flexão de gênero das palavras, agredindo a língua portuguesa com a violência destruidora de um Marcos Bagno.

Esta é uma de duas sociedades que são responsáveis pela formação psicanalítica no Rio de Janeiro. Um psicanalista é o profissional que cuida das pessoas com questões complexas para resolver, sejam emocionais ou intelectuais. E a assembléia dessa entidade aprovou por unanimidade que é relevante que seu instituto tenha um determinado número de negros, indígenas e refugiados (!) em seu grupo de formandos.

Agora imaginem o estrago devastador que um profissional com esse tipo de pensamento pode causar na mente, digamos, de um adolescente que esteja incerto sobre a sua sexualidade? O comprometimento ideológico de TODOS os membros dessa sociedade é algo completamente oposto à qualquer prática científica. 

Já passou da hora de nós, os inimigos conservadores desses militantes, sermos bastante criteriosos na escolha de nossos profissionais. Indague a respeito da formação profissional dos psicólogos e psicanalistas que pretenderem contratar. Posso garantir que a maioria não vai gostar de expor nada disso. Verifique também a linha. Se for lacaniana, saiba que estará contratando, quase em exceção, um militante para brincar com a mente de seus entes queridos.

Em breve, podem esperar, veremos a mesma sociedade aplaudir a criação de cotas para LGBTs, pois é claro que a preferência sexual importa tanto quanto a cor de pele. A responsabilidade pelo avanço dos absurdos da barbárie regressista é de todos nós. Que tal escolhermos com mais critério onde injetamos nossas verbas?

Usei o caso dessa sociedade como exemplo mas podem espalhar esse conceito para todas as áreas de atividade profissional. Lembrem-se do estúpido adágio: "É a economia, estúpido!". Essa forma materialista de encarar a realidade nos trouxe direto para este buraco escuro onde nos encontramos. Portanto, antes de priorizar o que é mais barato, lembrem que este costuma sair caríssimo.

Contrate exclusivamente um conservador.

colunista  EDUARDO VIEIRA para o Tribuna Diária