FUGINDO DA REALIDADE, AGORA SÓ FICÇÃO PURA

Artes das Trevas, Império Galáctico e Conspirações inexistentes

Por ADRIANO MARREIROS 22/02/2021 - 23:11 hs

Os egoístas vivem cheias de EUforia

Todas as outras pessoas vivem cheias dos egoístas

Millôr Fernandes

 

“Porque cantar parece com não morrer, é igual a não se esquecer e a vida assim tem razão”.  Não devia ter ouvido essa música. Mas ela tocou por acaso e, “de repente, não mais que de repente” Ednardo e Vinícius diziam o que eu  não queria ouvir.  O cronista não pode  morrer[1], pra vida seguir tendo razão.  Mas vai mudar: cansado das atualidades, optou pela literatura, pela música, pela arte em geral e pela vida mais cotidiana.  Ele está cansado de aturar eufemismos cínicos, eugenias cruéis  e, como escreveu Millôr, cansado da EUforia[2] dos que se acham muito, falam muito e fazem pouco ou, pior ainda: dos que se acham, falam e fazem muito... muito... além...

Voltemos, então,  à primeira pessoa porque falar de si mesmo em terceira também é algo muito EUfórico

Vamos, primeiro, ao Mundo Mágico de Harry Potter[3], que os tolos desprezam porque não conhecem o mais relevante mito da literatura: O Mito do Herói das Mil faces[4].  Ulisses, Luke Skywalker, Frodo, o Rei Arthur! Falaremos mais disso em outra crônica.  Agora o que interessa é o quinto livro: Harry Potter e a Ordem da Fênix.

Como já falei há uns meses, o Ministério da Magia  interferiu em Hogwarts, a Escola de Magia do Reino Unido e colocou uma grande inquisidora que criava regras ao seu bel prazer, censurava qualquer idéia contrária à sua ideologia, temia que Dumbledore formasse um exército contra o Ministério se os alunos aprendessem Defesa contra as artes das trevas e, principalmente, negava e punia a verdade com apoio da imprensa tradicional: O profeta Diário ... Isso abriu caminho para o governo oculto do Lorde das Trevas...  Livro fantástico mas agoniante: é um alívio não haver artes das trevas, nem Ministério da Magia nem governantes ocultos...

Passando à Sétima Arte, em Star Wars, o filme 3 que é o 6, mas é o 3 mesmo (será que Yoda organizou?[5]) assistimos estupefatos à Vingança dos Sith.  O Chanceler se faz Imperador sob estrondoso aplauso dos inocentes úteis, acusando os heróis de vilões, dando um golpe enquanto acusava os Jedi de tentarem um –  e solta a Ordem 66: que era para o Exército de Clones, todos eles, exterminarem os Jedi onde estivessem na galáxia, calando-os e evitando que pudessem agir para restaurar a Democracia.  Só sobreviveram os que se exilaram, como Kenobi e Yoda. Graças a Deus isso foi há muito tempo, e “numa galáxia muito, muito distante”.

Voltando aos livros, que tal falar do saudoso Sidney Sheldon? Sabia que era ele que escrevia o roteiro de “Jeannie é um Gênio”[6]?!  Um de seus últimos livros narrava uma conspiração para colocar uma Professora Universitária como embaixadora americana em um país totalitário: uma ditadura da Cortina de Ferro, na Europa Oriental dominada pelos comunistas, onde havia censura e perseguição a quem não fosse comunista e a quem criticasse o ditador: Ionescu. 

Havia uma piada sobre o dia em que Ionescu assumiu o poder.  Dizem que ele foi para a Ala Leste de seu palácio e saudou o sol , acho que mais ou menos assim, não lembro bem – Bom dia, camarada Sol! – e ele respondeu algo como – Bom dia! Todos estão felizes porque comandas a Romênia! No final da tarde, Ionescu foi até a Ala Oeste do palácio e saudou da mesma forma o Sol com um boa noite e não obteve resposta.  Quando questionou o Astro-Rei sobre o contraste entre a gentileza da manhã e o desprezo da tarde, o Sol respondeu “Estou no Ocidente agora, e quero que você se dane!”.  Ainda bem que são apenas teorias de conspiração delirantes de um livro de ficção que aproveita, de real, apenas o contraste de então entre as liberdades do Ocidente e a opressão do totalitarismo oriental, comunista, e em que o Sol ainda tinha  para onde ir...

Júlio Verne previu muita coisa. George Orwell e Aldous Huxley também.  Muita coisa acontece primeiro nas histórias de ficção pra depois se tornar real.  Vamos torcer para Rowling, Lucas e Sheldon não terem o dom da profecia... O futuro poderia vir a ser perigoso...

Se avexe não

Amanhã pode acontecer tudo, inclusive nada

Se avexe não

A lagarta rasteja até o dia em que cria asas

Flávio José (A Natureza das Coisas)

 

 

P.S.  #TodasAsVidasImportamDesdeAConcepção

 

 

Crux Sacra Sit Mihi Lux / Non Draco Sit Mihi Dux 
Vade Retro Satana / Nunquam Suade Mihi Vana 
Sunt Mala Quae Libas / Ipse Venena Bibas

(Oração de São Bento cuja proteção eu suplico)

 

 Adriano Alves-Marreiros

Cronista, pessimista, Mestre em Direito, membro do MCI e MP Pró-Sociedade e autor da obra Hierarquia e Disciplina são Garantias Constitucionais, da Editora E.D.A.



[1] Ia parar as crônicas. Reveja a última!

[2]  Trecho da música “Enquanto engoma a calça”, de Ednardo, que também compôs o famoso “pavão Misterioso”, perseguido numa novela por representar a Liberdade incontível.

[3] Há um livro com esse nome, de David Colbert.  Ele ajuda a perceber entrelinhas.

[4] Joseph Campbell foi quem o estudou mais profundamente em “The Hero with a Thousand faces”.

[5] Pra quem não viu, Yoda inverte tudo na ordem usual das frases, fala sempre por hipérbatos.

[6] Série bem humorada e de  sucesso em que um astronauta americano descobre uma garrafa e, ao abri-la, aparece Jeannie, um gênio que se encanta por ele e, daí, surgem muitos episódios espetaculares.