Explosões no Líbano

mais de 73 pessoas morreram e 3.700 ficaram feridas após explosões em Beirute

Por Rede Al Arabya de Notícias 04/08/2020 - 19:13 hs

Milhares de pessoas ficaram feridas em pelo menos duas explosões no centro de Beirute na terça-feira, disse o ministro da Saúde do Líbano.

Prédios a vários quilômetros de distância sofreram danos materiais,  as explosões foram ouvidas em Chipre, a mais de 20 quilômetros de Beirute.

Ainda não está claro o que causou as explosões, o que resultou em um grande nuvem em forma de  cogumelo acima do país.


O chefe da Segurança Geral do Líbano, Abbas Ibrahim, disse aos repórteres que "materiais altamente explosivos" confiscados "há um tempo" foram armazenados no local da explosão.

O ministro da Saúde, Hamad Hassan, afirmou que mais de 73 pessoas morreram e 3.700 ficaram feridas até agora.

Relatórios iniciais e  testemunhas oculares sugerem que houve duas explosões separadas. O governador de Beirute, Marwan Abboud, disse que os bombeiros foram enviados para apagar um incêndio no porto da capital:


"Quando eles apagaram o fogo, ocorreu uma explosão e nós os perdemos", disse Abboud na TV ao vivo, enquanto chorava.

O secretário-geral de Kataeb, Nazar Najarian, estava na sede do partido em Beirute e não resistiu aos ferimentos.

"Israel não tem nada a ver com o incidente", disse o funcionário sob condição de anonimato.

 O ministro das Relações Exteriores de Israel, Gabi Ashkenazi, disse ao jornal israelense N12 que a explosão foi provavelmente um acidente causado por um incêndio no local