ÁLBUNS ICÔNICOS

Os 365 mais da história do Rock - 186

Por Colunista Misterioso 09/08/2020 - 23:06 hs

ARTISTA: Devo
ÁLBUM: Oh, No! It’s Devo
Estados Unidos, 1982
Formada por dois pares de irmãos, Mark (1950- ) e Bob Motherbaugh (1952- ) e Gerald (1948- ) e Bob Casale (1952-2014) mais o amigo Alan Myers (1954-2013), logo de saída já mostrando a que vieram, com visual kitsch de como a ficção científica de pulp fiction dos anos 50 e 60 via o futuro, chamaram aquilo de “de-evolution”, ou des-evolução, daí o nome da banda (pode-se dizer que foram proféticos), e a mistura deu tão certo que se tornaram ícones da new wave industrial, urbana e elétrica americana. Seu primeiro single chamou-se “Mongoloid”, chamaram a atenção em seus primeiros álbuns, particularmente Q: Are We Not Men? A: We Are Devo!, o de estreia, de 1978 e New Tradicionalists, uma contradição em si mesmo, de 1981, e decolaram de vez com o apoio de David Bowie e Iggy Pop, e também abrindo shows para os Rolling Stones (fizeram uma versão divertida de “(I Can’t Get No) Satisfaction” no primeiro álbum); também tiraram vantagem das acusações de “fascistas” e “palhaços”. Deste seu quinto trabalho de estúdio, o de maior sucesso, que ficou eternamente conhecido como “das batatas”, destacam-se “Patterns”, “Peek-a-Boo!”, “That’s Good”, “I Desire” e “Time Out For Fun”