Rio de Janeiro 40°

O caldeirão do inferno entra em ebulição e não foi por falta de aviso!

04/10/2020 - 16:44 hs

A Tragédia da segurança pública na cidade do Rio de Janeiro já vinha sendo anunciada por nós, desde o início da pandemia sem qualquer esperança de sensibilizar outros que não as próprias vítimas indefesas da conjuntura de fatores políticos amesquinhados que tomou conta da nação.

Nossos colunistas mais prestigiados foram muito além da matéria jornalística expondo análises profundas e verdadeiras do cenário dantesco que se pintava na composição de uma ´paisagem de horrores e pânico, com a chegada do verão.

Segundo nos informou o nosso colunista Roberto Motta, não por acaso, um dos maiores pesquisadores, autoridade no assunto e autor do livro “Jogando Para Ganhar” - um conjunto de histórias, ideias e reflexões sobre o Brasil, nossa cultura, política e sociedade, bem como sobre o momento que vivemos – a proximidade deste final de semana ensolarado, trouxe em si mesmo, da somatória do conjunto de vetores propícios à subversão social, a amostra do que ainda nos espera.

 

Adolescentes sem rumo, 200 dias sem aulas, policiais impedidos de operarem em ações de combate e controle da criminalidade nos morros cariocas, a ausência do monitoramento de helicópteros policiais nos céus da cidade e a soltura irrestrita de menores infratores, culminou com o arrastão no Arpoador entre 16 e 17 horas dessa sexta feira.

E, segundo Motta, não foi um incidente isolado, algo que já vem se repetindo desde o meio da semana.

Publicaremos, muito em breve, uma entrevista com Roberto Motta sobre o ocorrido, aguardem!


Rádio WebPutz na APOIA.se!

torne-se nosso parceiro, nos dê essa força para seguirmos em frente e mantermos nosso conteúdo aberto e inteiramente gratuito,