Uma no prego, outra na ferradura

Comércio varejista bate recorde enquanto outros despencam

Por Agência Brasil - Edição Trib. Diária 08/10/2020 - 10:41 hs

Comércio varejista atinge maior patamar de vendas em 20 anos:

O volume de vendas do comércio varejista brasileiro teve alta de 3,4% na passagem de julho para agosto deste ano. Com o resultado, o indicador atingiu o maior patamar da série histórica da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), iniciada em 2000, ficando 2,6% acima do recorde anterior, de outubro de 2014.


Essa foi a quarta alta consecutiva do indicador, depois dos recuos de 2,4% em março e de 16,7% em abril, devido ao início das medidas de isolamento adotadas por causa da pandemia de covid-19. O estudo foi feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE.


O varejo também registrou altas de 5,6% na média móvel trimestral, de 6,1% na comparação com agosto de 2019 e de 0,5% em 12 meses. No acumulado do ano, no entanto, teve queda de 0,9%.


Na passagem de julho para agosto, cinco das oito atividades do comércio varejista tiveram alta: tecidos, vestuário e calçados (30,5%), outros artigos de uso pessoal e doméstico (10,4%), móveis e eletrodomésticos (4,6%), equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (1,5%) e combustíveis e lubrificantes (1,3%).

Por outra,

houve perdas nos segmentos de artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, perfumaria e cosméticos (-1,2%), hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (-2,2%) e livros, jornais, revistas e papelaria (-24,7%).

---------------------------------------------------------------------------

( Clique aqui e se inscreva!)

--------------------------------------------------------------------------------------------------------


Rádio WebPutz na APOIA.se!

Se você gosta do nosso trabalho, ajude-nos a continuarmos com nosso jornalismo livre e independente, torne-se nosso parceiro, nos dê essa força para seguirmos em frente e mantermos nosso conteúdo aberto e inteiramente gratuito, apoie-nos!