OPERAÇÃO ALEGRIA

presidente da Comissão de Assuntos Carcerários da OAB é preso por facilitar transferência de detentos

Por Sileno 09/10/2020 - 23:33 hs

A Operação "Alegria" , em esforço conjunto das Polícias Federal e Civil de Minas Gerais, desbarataram um esquema milionário envolvendo  presos de alta periculosidade, transferidos ou soltos indevidamente de unidades prisionais.

As  Investigações revelaram que organização criminosa comandada por servidores públicos e advogados que negociavam vendas de vagas em unidades prisionais e em determinados pavilhões, operava Mediante pagamento, repartido entre os líderes da organização, presos de alta periculosidade eram transferidos indevidamente de unidades, forjando falsos direitos penais, haja vista seus históricos de condenação.

O que mais impressionou foi o envolvimento de um ex  presidente da Comissão de Assuntos Carcerários da OAB- MG, que já se manifestou sobre o assunto, promete aplicar o estatuto com todo o rigor:

"A OAB/MG repudia veemente todos os atos de corrupção e está acompanhando a operação. Já foi determinada a instauração de processo administrativo e, caso fique comprovada a participação de advogados, a Seccional Mineira aplicará todas as sanções cabíveis."

Também o o ex-diretor do complexo penitenciário Nelson Hungria, até então, principal alvo e articulador do esquema de corrupção, cobrava R$ 50 mil para que os detentos não fossem transferidos do presídio.

--------------------------------------------------------------------------------------


     ( Clique aqui e se inscreva!)

--------------------------------------------------------------------------------------