ANDRÉ A. BARRETO & JORDAN B. PETERSON

Gigantes da nova Contracultura

24/01/2021 - 18:52 hs

Se você se atreve a fazer a coisa mais difícil, pode conceituar que sua vida funcionará melhor do que se você fizer qualquer outra coisa.

Jordan Bernt Peterson.

O professor catedrático canadense, filósofo e escritor de renome mundial, Jordan Peterson que se tornou um paradigma  internacional em defesa da liberdade de expressão, anunciou para março de 2021 a publicação de uma continuação de seu livro 12 regras para a vida.

Seja por exercer a profissão como psicólogo clínico, ou por tratar-se de um renomado professor de Psicologia da Universidade de Toronto, Peterson ganhou o rótulo de escritor de “auto ajuda” no Brasil, bem aquém da importância de sua obra, especialmente por tratar-se também de um importante cientista político que aliou seu amplo espectro de conhecimento à importante causa da restauração do pensamento ocidental, que também tem lhe valido a pecha de reacionário, filosofo da testosterona, entre outros adjetivos rasteiros do mainstream intelectual nacional...




É neste cenário caótico, que surge no mercado editorial brasileiro um importante lançamento para a compreensão mais completa e relevante do primeiro. 

A Editora Armada, pequena fábrica de joias do conservadorismo, reconhecida e muito respeitada pela relevância de seu sofisticado catálogo literário, lançará quase simultaneamente, uma obra especial escrita pelo André Assi Barreto.

Editora Armada - Editora Armada a changé sa photo de profil. | Facebook

ENTRE A ORDEM E O CAOS: COMPREENDENDO JORDAN PETERSON promete desfazer essa interminável sequência de leviandade e incompreensão que paira sobre a obra desse importante autor para os dias atuais.

O livro é resultado da transcrição revista e ampliada do curso homônimo, que alcançou enorme sucesso no podcast OliverTalk, de Luciano Oliveira.

Como explica o próprio André, não é – e nem poderia ser – um tratado detalhado e completo sobre a obra e pensamento de Peterson, ou um guia de leitura minucioso para o Mapas, mas a coletânea das principais ideias, fontes e inspirações, relacionando-as a alguns elementos do que viemos a chamar de “Civilização Ocidental”.

O que, por si, já valeria a leitura atenta, ganha especial expressão em considera-se que André Assi Barreto é ele mesmo –em sua trajetória – a materialização do pensamento e das valiosas lições de Peterson.

O jovem professor nascido e criado numa típica família de classe média da cidade de São Paulo nos anos 90, já demonstrava para os orgulhosos pais, uma personalidade irrequieta e uma curiosidade insaciável que desde logo denunciaria sua forte inclinação para as letras, encontrando nos desvelos maternos e no orgulhoso pai, o incentivo indeclinável para o precoce desenvolvimento intelectual.