A SÍNDROME DE ARARIBOYA

Prefeito de Niterói fecha a cidade e raciona alimentos, por decreto

12/04/2021 - 13:39 hs

O prefeito de Niterói tomou decisão seguindo em sentido oposto do prefeito do Rio de janeiro, que havia decretado desde o dia 9, a reabertura dos bares, restaurantes, serviços e comércio não essenciais, depois de duas semanas fechados devido à pandemia de covid-19. Também poderão funcionar ambientes culturais e estabelecimentos de lazer, desde que respeitadas as restrições de horário para atendimento presencial ao público. Bares, restaurantes, lanchonetes e quiosques da orla, por exemplo, só poderão funcionar até 21h. Depois desse horário, só serão aceitos serviços de entregas, retirada de produtos do local e drive thru.

Ocorre que o prefeito de Niterói, cujo lema é “Sempre à Frente” estabeleceu até o  racionamento de víveres e suprimentos por decreto, nas gôndolas dos supermercados.


Nenhuma descrição de foto disponível.


O que gerou grande comoção popular, protestos, na manhã deste domingo, na orla de Icaraí, contra as medidas de restrição adotadas pela prefeitura, quando os manifestantes entraram na faixa de areia e investiram contra guardas municipais que faziam a fiscalização da praia.