CPI- COVID19

Governadores prometem ir ao STF para fugirem da convocação

Por Senado - Ed. Trib.Diária 26/05/2021 - 17:21 hs

A CPI da Pandemia vai ouvir nove governadores sobre irregularidades no uso de recursos públicos destinados à pandemia.

São eles os do Amazonas, Amapá, Pará, Distrito Federal, Tocantins, Santa Catarina, Roraima, Rondônia e Piauí. O ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, também será ouvido. A CPI também aprovou a reconvocação do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e do ex-titular Eduardo Pazuello. A CPI convidou médicos e cientistas para falarem sobre tratamento precoce e pediu informações aos Ministérios da Saúde, Defesa e Relações Exteriores.

Os governadores convocados ameaçam recorrer ao STF para evitarem a convocação, sob o argumento de que seus secretários de Saúde compareçam à CPI em seus lugares, para prestar esclarecimentos técnicos.

Renan Calheiros, o relator, se pronunciou contra a convocação de govenadores sob o argumento de que seria antirregimental.