NEGACIONISMO PARTIDÁRIO

Partidos divulgam nota em defesa da democracia e do sistema eleitoral que ninguém quer

12/07/2021 - 09:45 hs

Gerindo um sistema agonizante e desconectado da realidade, onde deputados renunciam à imunidade parlamentar e acatam bovinamente interferências constantes de outro poder, entregando a cabeça de seus pares de bandeja, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), e os presidentes de oito partidos divulgaram nota neste sábado reafirmando a importância das instituições brasileiras e dos valores democráticos e do sistema eleitoral do país.

 

Lira chama as declarações do Presidente de declarações públicas e oportunismo, mencionando a pandemia:

 "Enfrentamos o pior desafio da história com milhares de mortes, milhões de desempregados e muito trabalho a ser feito".

As manifestações ocorrem após declarações do presidente Jair Bolsonaro sobre as eleições de 2014, durante outra motociata gigantesca, demonstrando imenso apoio popular, neste sábado em Porto Alegre. Bolsonaro disse que, sem voto impresso aditável, o Brasil pode não ter o pleito de 2022.

O clima tenso após o ministro da Defesa, general Braga Netto, e os comandantes das três Forças – Marinha, Exército e Aeronáutica – divulgarem nota de repúdio, condenando as declarações de Omar Aziz na CPI, apenas se agravou entre os poderes.

Na nota, afirmaram que “as Forças Armadas não aceitarão qualquer ataque leviano às Instituições que defendem a democracia e a liberdade do povo brasileiro”.