TERROR EM ARAÇATUBA

Tiros, bombas e explosões marcam a madrugada de terror em Araçatuba

30/08/2021 - 16:46 hs

Três agências bancárias foram o alvo de uma quadrilha fortemente armada que protagonizou horas de horror e medo para a população de Araçatuba, no interior de São Paulo.

O ataque aconteceu no centro da cidade, ao redor da Praça Rui Barbosa, onde estão localizadas várias agências bancárias. A Polícia Militar confirmou que três pessoas foram detidas.

Foram dois moradores mortos durante a ação terrorista do grupo, Renato Bortolucci, empresário dono do posto São João, e o professor de educação física Márcio Victor Possa da Silva.

Segundo a polícia, a terceira morte foi de dos criminosos, atingido por tiros durante confronto com a polícia em Taveira, enquanto empreendiam a fuga pelas estradas da área rural.

Cinco pessoas também foram feridas com maior ou menor gravidade e atendidas pela Santa Casa de Araçatuba, dentre elas, um morador que teve os dois pés amputados pela explosão de um artefato dos bandidos.

Segundo o secretário de Segurança Pública de São Paulo, coronel Álvaro Batista Camilo, a quadrilha detinha "informação privilegiada" para executar a ação:

"Precisamos trabalhar melhor a informação com os bancos e com a área federal. Ali era uma tesouraria do banco, uma central de distribuição de recursos do Banco do Brasil. É mais uma ação com informação privilegiada, e as investigações já estão andando para chegar aos autores”.

a inteligência da Polícia já está empenhada nas investigações, mas a quantia roubada ainda não foi quantificada. A recomendação à população de Araçatuba é que os cidadãos permaneçam em suas casas, uma vez que ainda pode haver artefatos explosivos dos criminosos espalhados pela cidade.