MARIA AUGUSTA GENEROSO ESTRELA

Maria Augusta Generoso Estrela é um belíssimo exemplo de feminilidade que engrandece a espécie humana e nos convida ao crescimento pessoal. Sua vida reforça a

Por MARIA CECILIA CARNAÚBA 08/03/2022 - 21:56 hs

 

  Maria Augusta Generoso Estrela tinha personalidade determinada, gentil, era dotada de inteligência esplendorosa, falava fluentemente inglês, francês espanhol e Alemão. Com apenas 13 anos de idade, viajava de Portugal para o Brasil, no vapor Flamsteed, quando o couraçado inglês Blorimphon, por imperícia de seu próprio capitão Brown, o abalroou. Maria Augusta convenceu o comandante de seu vapor a pedir socorro para o navio inglês, causador do acidente. Depois de muita insistência, foi atendida e, em razão disso, toda tripulação foi socorrida eficientemente. Os oficiais ingleses perceberam a sensibilidade humana revelada através de sua atitude salvadora e, agradecidos, lhe prestaram homenagem quando de seu desembarque no Brasil1.

Foi a primeira brasileira a receber diploma de nível superior2 e também a primeira a receber o grau de Doutora em Medicina com a defesa da tese “Moléstias da Pele” pelo New York Medical College and Hospital for Women, em 18813. Nesta oportunidade, foi oradora da turma e agraciada com medalha de ouro em razão do brilhantismo de seu desempenho acadêmico. 

Maria Augusta exerceu sua profissão por muitos anos, mesmo após casar

Seus Estudos foram inicialmente custeados pelo pai que, em face de dificuldades financeiras supervenientes, perdeu a condição econômica de mantê-la no exterior e viu-se obrigado a determinar seu retorno prematuro ao Brasil. Sua formação médica seria fatalmente interrompida. Ao tomar conhecimento da situação, D. Pedro II editou um decreto que garantiu a satisfação das despesas relativas à mantença de Maria Augusta até a conclusão do curso e autorizou mais um ano de aperfeiçoamento da medicina. Ela não tinha idade suficiente para receber o diploma quando concluiu o curso de medicina, precisou esperar um ano para isto e, neste período, aprofundou seus estudos e prática médica. 

Ao retornar ao Brasil, foi avaliada pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro e teve seu diploma validado para exercício da medicina no território nacional. Sua determinação de servir ao próximo através da medicina foi motivo de estímulo para a admissão de mulheres no ensino superior no Brasil. Por decisão de D. Pedro II, expressa pelo Decreto nº 7.247/18794 as mulheres foram admitidas no ensino superior. Seu exemplo de crescimento intelectual, de afeição ao trabalho e de docilidade de caráter, inspirou muitos brasileiros à auto superação e ao estudo da medicina.  A Academia de Medicina de São Paulo lhe presta homenagem atribuindo-lhe a condição Patronesse da cadeira nº 64.

Casou-se com Antônio Costa Moraes, alagoano e farmacêutico laureado pela Universidade de Leipzig. O casal teve cinco filhos. Para conciliar o exercício de sua profissão com a harmonia familiar, montou consultório dentro da Farmácia Normal, de propriedade do marido. Atendia, gratuitamente, as pessoas que não podiam remunerá-la. Quando da proclamação da república, os republicanos depredaram a farmácia do casal, em represália a sua postura de ferrenha defesa da monarquia e profunda fidelidade ao governo de D. Pedro II. Apesar da violência que sofreu, o casal continuou atendendo à população necessitada.

Maria Augusta Generoso Estrela teve morte súbita, aos 86 anos, em plena higidez mental5.

Maria Augusta Generoso Estrela é um belíssimo exemplo de feminilidade que engrandece a espécie humana e nos convida ao crescimento pessoal. Sua vida reforça a dignidade humana e merece ser festejada sempre, em especial na semana internacionalmente dedicada à homenagem às mulheres.



1 CÂMARA, Lauro Arruda, Maria Augusta Generoso Estrela: a Primeira Médica Brasileira. Disponível em:

http:// hospitaldocoracao.com.br/wp content/uploads/2016/01/MARIA AUGUSTA GENEROSO ESTRELA 1.pdf

2 Superior Tribunal de Justiça Notícias, Disponível em: https://www.facebook.com/stjnoticias/photos/maria augusta

generoso estrella foi/10154160516206852

3 Cadeira nº64 Patronesse, Maria Augusta Generoso Estrela, Disponível em:

https://www.academiamedicinasaopaulo.org.br/biografias/91/BIOGRAFIA MARIA AUGUSTA GENEROSO

ESTRELA.pdf

4 Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1824 1899/decreto 7247 19 abril 18 79 547933publicacaooriginal 62862 pe.html

5 Disponível em: https://www.cremesp.org.br/?siteAçao=Jornal&id=158