ENTRE BOMBAS E MÚSICA

Líderes do G7 prometem aumentar isolamento econômico da Rússia

09/05/2022 - 11:32 hs

Enquanto o vocalista do U2 Bono e o guitarrista The Edge fizeram uma apresentação surpresa na estação de metrô Khreschatyk em Kiev, capital da Ucrânia, mandando “recado” para o presidente dos Estados Unidos Joe Biden e a presidente da Comissão Europeia Ursula von der Leyen, a banda pediu:

“ajude nosso presidente, nossa diplomacia, a extrair soldados ucranianos de Mariupol, Azovstal, onde os russos estão organizando literalmente um inferno, agora mesmo”, após todas as mulheres, crianças e idosos que estavam cercadas por tropas russas serem evacuados, O Estado-Maior do Exército da Ucrânia advertiu hoje (9) para a "alta probabilidade de ataques com mísseis" das forças russas. Com base em relatório diário dos seus serviços de informações militares, o Ministério britânico da Defesa afirma que a Rússia está esgotando suas munições de precisão. A situação deverá resultar no recurso a armamento impreciso, que pode disseminar ainda mais a devastação em solo ucraniano.

Segundo a Agência Reuters, os líderes do G7 disseram em um comunicado conjunto neste domingo, que vão reforçar o isolamento econômico da Rússia e aumentar uma campanha contra as elites russas que apoiam o presidente Vladimir Putin.